4 dicas para prevenir riscos em condomínios

Evitar riscos em condomínios é uma premissa muito importante, seja qual for a localização do seu. Hoje, infelizmente as cidades estão mais violentas e cheias, o que faz com que os moradores procurem por segurança, privacidade e conforto. Iremos abordar 4 dicas para evitar riscos em condomínios, auxiliando na segurança dos moradores e auxiliando os síndicos.


Apenas muros altos não oferecem a segurança que todos almejam, é fundamental ir além, de modo a não cometer nenhum tipo de falha e cortar pela raiz as chances de deixar o condomínio vulnerável de alguma forma.


Se você não sabe por onde começar, neste artigo você aprenderá algumas dicas de prevenção de riscos essenciais para condomínios. Confira!



1. Conte com profissionais especializados

O Síndico é o grande responsável pela organização do condomínio. No entanto, ele pode não ter certos conhecimentos específicos sobre detalhes estruturais. Ou ainda, sobre equipamentos e técnicas de segurança.


Além disso, também tem vida pessoal e outros afazeres, que não podem comprometer sua atuação no condomínio. Dessa maneira, é muito importante contar com profissionais especializados para cada setor de segurança e limpeza. E uma administradora pode contribuir com a parte administrativa e legislativa, assim como uma empresa de Portaria Remota pode contribuir para garantir a segurança e controle dos acessos ao condomínio.


2. Invista na segurança eletrônica para evitar riscos em condomínios

Uma das maneiras mais eficazes de evitar riscos em condomínios é a segurança eletrônica. Existem equipamentos biométricos, detector de metais, mecanismos automáticos autorizados em portões e outras tecnologias que trazem mais segurança para a circulação de pessoas no condomínio.


É possível até mesmo contar com softwares e aplicativos para celular, para otimizar visitas de terceiros e prestadores de serviços. Para completar, há acionamentos de alarmes, relatórios completos de entradas e saídas e muitas outras funções que ajudam a melhorar o dia a dia dos moradores.


3. Priorize a manutenção dos espaços comuns

Outra questão muito importante para evitar riscos em condomínios é a manutenção dos espaços comuns. Como, por exemplo, academias, áreas de lazer e playground, piscinas, garagens, jardins, escadas, elevadores, entre outros.


Mesmo que o espaço não apresente um problema específico, a manutenção preventiva pode identificar alguma questão a ser solucionada antes mesmo de trazer dor de cabeça. As áreas frequentadas por crianças merecem atenção dupla, assim como aquelas que apresentam mais perigo, como os portões de entrada e saída de veículos e de pessoas, pois esses locais costumam ser vulneráveis quando não há uma empresa especializada cuidando de quem entra e quem sai do condomínio. Tais cuidados afastam a ação de pessoas mal intencionadas e evita colocar profissionais e moradores em risco.


4. Estabeleça normas e políticas internas

Por fim, é importante estabelecer normas e políticas internas, para que os colaboradores e moradores sigam à risca essas determinações. Elas devem ser repassadas formalmente a todos, para que o trabalho seja conjunto.


Devem incluir providências como: trancar a porta dos apartamentos, ter uma boa relação com os vizinhos, prestar atenção na autorização de entrada de visitantes, entre outros. Pequenas ações fazem muita diferença no dia a dia.

Essas são 5 dicas para evitar riscos em condomínios. Mas, de acordo com o porte e a localização do condomínio, elas devem ser avaliadas ou reajustadas para reforçar a eficácia.


Quer conhecer a solução que a ONE criou para que empresas de segurança e portaria remota consigam prestar um serviço com alta tecnologia e de forma eficaz?


Se você é uma empresa de segurança clique no botão abaixo e conheça a Jornada de Sucesso ONE!




Gostou de saber um pouco mais sobre o assunto? Compartilhe este artigo em suas redes sociais e ajude a espalhar essa conscientização tão importante!


60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo